Nuno Pinto

clarinete

Artista das marcas Buffet Crampon e Rico, Nuno Pinto é descrito pela imprensa como um “clarinetista de génio” (Daniel Bailoni), “brilhante” (Nicholas Cox) e “ao nível dos grandes virtuosos internacionais do instrumento” (Bernardo Mariano).

Estudou clarinete com Saul Silva, António Saiote, Michel Arrignon e Alain Damiens, em Portugal e França e tem dedicado uma grande parte do seu trabalho à música de câmara e à música contemporânea, sendo membro fundador dos grupos de câmara Camerata Senza Misura, Trivm de Palhetas e Clarinetes Ad Libitum, tendo tocado também com alguns dos melhores músicos da atualidade. É ainda membro da OrchestrUtopica, do Grupo Música Nova e do Sond’Ar-te Electric Ensemble, para além de tocar em duo com a pianista Elsa Silva.

Enquanto solista ou integrado em grupos de câmara e ensembles, esteve presente nas estreias de mais de 120 obras de 60 compositores e é dedicatário de várias obras.

Foi solista com várias orquestras e tem participado em Festivais Internacionais de Música na Europa, América e Ásia.

A sua discografia inclui gravações em áreas tão diversas como a música contemporânea, de câmara, ensemble, world music e jazz.

É professor de Clarinete e de Música de Câmara na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, no Porto.

O Clarinetista Nuno Pinto realizou um Recital a solo intitulado "Sozinho de Portugal a Itália ", e, apesar do título um pouco reticente, este concerto apresentou o brilho extrovertido de Pinto. Como este concerto aconteceu em Itália, Pinto escolheu para programar duas das obras italianas mais importantes neste género: Sequenza IX  de Berio e Clair de Donatoni. Pinto abriu o concerto com uma peça a solo maravilhosa, Vitral da compositora portuguesa Clotilde Rosa, peça que foi escrita para Nuno Pinto. Esta peça está bem escrita para o clarinete e exibe uma grande quantidade de registo contrastes justapostos contra linhas melódicas longas, com fragmentos rápidos de células musicais de repetição menores repetidas. Nas duas obras que se seguiram o domínio do instrumento que Nuno Pinto  demonstrou foi absolutamente espetacular. A sua técnica impecável e talento musical permitiram que as bonitas, mas desafiadoras, peças capturassem a essência de um grande concerto a solo.

 

John Masserini, ClarinetFest 2013 (Itália)

NOVO CD

ARTWAY, Lda. - Agenciamento & Produções Artísticas | Rua Ribeiro de Sousa, 401, 4250-408 Porto - PORTUGAL | geral@artway.pt

ARTWAY, Lda. © 2011 - 2016 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS