O BANDO DE SURUNYO

O Bando de Surunyo é um ensemble especializado na interpretação de música dos séculos XVI e XVII. O nome é retirado de um vilancico de negro seiscentista português e significa “bando de estorninhos”.

O núcleo do grupo é composto por um octeto vocal (SSAT/SATB) e três instrumentos de baixo contínuo (viola da gamba, baixão e corda pulsada – viola de mão, guitarra barroca e/ou tiorba), podendo o efectivo ser expandido ou reduzido em função dos diferentes programas e repertórios interpretados. As nossas produções estão ainda concebidas para poderem incorporar uma componente cénica baseada na dança e gestualidade barroca, com a participação de dois ou mais bailarinos.

 

O Bando de Surunyo é a frente interpretativa e laboratorial de um projecto multidisciplinar de estudo e divulgação de música ibérica dos séculos XVI e XVII. Incidindo particularmente sobre repertório inédito albergado por fontes portuguesas, o ensemble apresenta regularmente obras em primeira audição moderna. O projecto abrange música tanto de aquém como de além fronteiras, tendo como objectivo proporcionar ao público, através da música e da poesia, o contacto com a pluralidade, ecletismo e riqueza do pensamento e imaginário do renascimento e barroco europeus.

A íntima relação entre som e palavra que emerge na música europeia na transição do Quinhentos para o Seiscentos é o eixo central da nossa abordagem ao estudo e interpretação do repertório. A música colocava-se então ao serviço do texto, veiculando, ilustrando e potenciado o seu conteúdo poético e afectivo. A transmissão eficaz e eloquente desse conteúdo nas suas múltiplas leituras e funções - literal, teatral, histórica, simbólica, religiosa, política e filosófica - constitui a base para a construção de uma concepção interpretativa que persegue hoje o mesmo objectivo da música de então: divertir e comover o público através da palavra, do gesto e do som.

Olá barqueiros

vilancico/cançoneta de natal a 8 (Coimbra, c. 1646/47)

Salia Flora a coger flores

romance a 4 (Coimbra, c.1642-45?)

Chacona sobre Zuguambe/A minino tam bonitio

vilancico de negro a 5 (Coimbra, c.1642-45)

ARTWAY, Lda. - Culture & Arts | Rua Ribeiro de Sousa, 401, 4250-408 Porto - PORTUGAL | geral@artway.pt

ARTWAY, Lda. © 2011 - 2018 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS